Educação: conheça as diferentes propostas pedagógicas para seus filhos

 

MontessoriChegou a hora de matricular os filhos na escola, e muitos pais buscam informações sobre as diversas propostas pedagógicas oferecidas atualmente. Além do modelo tradicional, há instituições que adotam novas modalidades, cada um com suas particularidades e características. Veja a seguir os principais aspectos de algumas dessas categorias.

Tradicional

O professor é a figura central. É ele quem  ensina as matérias e cobra o resultado dos alunos, geralmente por meio de provas e trabalhos. Essa linha tem grande foco no conteúdo, com a adoção do tradicional dever de casa, e privilegia a preparação para o vestibular. Entre os argumentos de quem adere a esse modelo está a tese de que uma sólida base de informação é fundamental para formar alunos críticos e questionadores.

Construtivista

No método, inspirado nas ideias do psicólogo suíço Jean Piaget (1896-1980), o conhecimento não é transmitido apenas pelo professor. Os estudantes são incentivados a serem independentes e pró-ativos no processo de aprendizagem, atuando também na construção do próprio conhecimento, formulando hipóteses, perguntas e resolvendo problemas. A escola não tem um currículo rígido. Segundo o método, este processo estimula a autonomia, a criatividade e o senso crítico da criança ou adolescente. Para Piaget, por exemplo, noções de quantidade, proporção, sequência e volume surgem em momentos diferentes do desenvolvimento infantil e de forma espontânea.

Montessoriana

A metodologia criada pela médica e educadora italiana Maria Montessori foi uma das primeiras a inserir questões alternativas na educação. A modalidade prevê que o aluno utilize o conhecimento que já tem para assimilar novos conceitos. As atividades são sugeridas e orientadas pelo professor, que deixa a própria criança se corrigir para adquirir autoconfiança. A proposta pedagógica é a de um ensino ativo, no qual a criança cria um senso de responsabilidade a partir de seu próprio aprendizado. Os alunos devem cumprir os módulos obrigatórios para avançar nos estudos. A pedagogia montessoriana acredita que a concentração e o desenvolvimento infantil acontecem por meio da manipulação de objetos. Na sala de aula, tudo deve estar à altura das mãos das crianças, e o professor é considerado um guia para o aprendizado.

WaldorfWaldorf

Criada a partir das ideias do filósofo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925), essa pedagogia tem esse nome porque os primeiros alunos eram funcionários da fábrica alemã Waldorf Astoria. A modalidade prioriza o desenvolvimento físico, social e individual das crianças e estimula as atividades práticas, como marcenaria e culinária. Neste método, os alunos são divididos em faixas etárias – e não em séries – e não há repetência, já que o ritmo biológico não pode ser mudado. A proposta é contrária ao uso da televisão e de brinquedos industrializados, preferindo estimular os alunos a utililizar, por exemplo, pedaços de madeira para que eles os transformem em brinquedos. A trajetória do estudante é composta por ciclos de sete anos, nos quais cada criança tem um tutor. A integração da escola comm a família é bastante estimulada.

Share Button