Férias na piscina: cuidado com a segurança das crianças

PiscinaSegurancaMesmo com o tempo mais frio, as férias escolares de julho não impedem a garotada de aproveitar a piscina nos dias em que a temperatura se eleva. Por isso, é preciso redobrar a atenção com as medidas de segurança para evitar acidentes e casos de afogamento, sejam em clubes ou em casa.

Uma legislação estadual estabelece, no caso do Rio de Janeiro, algumas regras que minimizam as chances de acidentes. Mas a lei é obrigatória apenas para locais públicos, como clubes, academias, hotéis e condomínios. No entanto, quem tem piscina em casa também deve ficar atento.

Veja 15 normas que devem ser seguidas para aumentar a segurança das crianças nas piscinas:

1 – Instalação de dispositivo para interromper o processo de sucção da água, em local acessível e que possa ser acionado por qualquer pessoa em caso de emergência.

2 – Preferência para bombas de sucção que interrompam o processo imediatamente em caso de obstrução do ralo.

3 – Presença de um salva-vidas profissional ou outra pessoa capacitada que possa ficar atenta, principalmente às crianças, durante o horário de uso da piscina.

4 – Instalação de cerca em volta da piscina, com portão que não tenha como ser aberto por crianças.

5 – Impedir correrias  na beira da piscina e orientar para o uso da escada na hora de entrar e sair da água.

6 – Conhecer bem a profundidade de cada área da piscina e deixar as crianças cientes dos perigos.

7 – Permitir que as crianças nadem somente na profundidade que ofereça segurança.

8 – Não permitir brincadeiras violentas, como lutas ou “cavalinhos”. Uma batida com a cabeça nas bordas pode levar à inconsciência e resultar em afogamento.

9 – Reponsáveis pelas crianças não devem ingerir bebida alcoólica durante o uso da piscina.

10 – Se certificar se a piscina está limpa e saudável, fazendo uso da ducha antes de entrar e após sair da água.

11 – Não permitir comidas e bebidas na piscina.

12 – Utilização apenas de trajes apropriados para uso na água.

13 – Atenção para as armadilhas submersas. Muitos utensílios podem segurar uma pessoa embaixo da água da piscina. Algumas escadas possuem espaços que podem prender uma criança.

14 – Conserte imediatamente qualquer problema na piscina que possa oferecer risco.

15 – Evite levar brinquedos que possam facilmente cair na piscina, como bolas, petecas e outros, evitando que a criança caia na água para tentar buscá-los.

Share Button