Venda entre vizinhos é boa saída para crise

ZapMoradores cópiaA crise no mercado de trabalho, as redes sociais e a convivência entre moradores nos condomínios residenciais têm proporcionado uma boa oportunidade para quem tenta vencer as dificuldades de se conseguir emprego ou clientes: a venda entre vizinhos.

Reportagem recente do portal G1 mostrou o caso de um condomínio no Espírito Santo onde moradores usam aplicativos de relacionamento no celular como vitrine para vender seus produtos e serviços entre os próprios vizinhos. Tem de tudo: de bolo a roupas, passando por massagens e produtos de beleza.

Uma das moradoras, Priscila Pani aprendeu a fazer empadão de frango ao perceber que, dentre os vários produtos vendidos no condomínio, esse ninguém ainda ofertava.

“Trabalho de dia e atendo à noite e nos fins de semana. É uma renda importante, pois meu marido está desempregado”, conta Priscila à reportagem.

Em Niterói, não é diferente. No condomínio Village Pendotiba, a moradora Leila Oliveira tem feito a festa da vizinhança com sua “salada no copo”. A própria síndica, Simone Seixas, foi quem deu a dica para os moradores no WhatsApp do condomínio.

E aí, vizinho?

Pensando nesse novo modelo de vendas, uma startup formada por dois sócios criou um aplicativo, o “E aí, vizinho?”. À distância – um mora em São Paulo, o outro em Florianópolis – eles comandam o negócio, que já conta com mais de 70 condomínios em 28 cidades. O condomínio faz o cadastro, e os moradores podem, então, passar a oferecer produtos e serviços entre si, com o auxílio de um sistema de buscas.

Entre as principais vantagens dos negócios dentro dos condomínios estão a segurança e a comodidade: vendedor e comprador estão sempre próximos, o horário de entrega pode ser combinado sem burocracia e não há cobrança de frete.

Especialistas em vendas afirmam que essa forma de atuação, além de estar ganhando espaço no mercado,   é uma boa oportunidade para empreender. Afinal de contas, o negócio realizado entre vizinhos pode ser o início de um empreendimento com potencial de, futuramente, extrapolar os limites do condomínio, ganhando o bairro, a cidade, o país…

Share Button